quinta-feira, 3 de novembro de 2011

O inferno astral dos cristãos




Andava eu pelo quase morto, mas, ainda mui querido Orkut, quando me deparei com um debate religioso sobre possibilidade de existir um Deus justiceiro pronto para levar uns para o céu e jogar outros no inferno. Enfim, não me contive e tive que postar... Eu sinceramente não entendo essa ênfase que a maioria dos cristãos dão ao inferno. Pelo pouco que entendo, pouquíssimas vezes vi nos evangelhos Jesus dando prioridade a este assunto, antes, seus ensinos são sobre a vida baseada nos padrões do seu reino, e isso foi demonstrado por ele principalmente através do exemplo.

A questão não é que quem não crê vai queimar no inferno com o diabo e seus anjos. O objetivo principal de Jesus a meu ver, é mostrar ao homem que sem Deus, tudo o que há é uma vida sob a escuridão da ignorância, posto que, quem não reconhece ser um pecador dependente da misericórdia de Deus, vive nas trevas da sua arrogante justiça própria e na sua finita "bondade", que baseia-se na troca de "bondades" entre semelhantes.

Jesus se diz a luz do mundo porque revela aos homens o caminho da salvação. A salvação é o relacionamento com o Pai, possível somente aos que aceitam a Cristo como mediador das partes anteriormente separadas pelo pecado.

Deus não quer marionetes que o seguem apenas por medo do inferno, Deus quer amigos, que o buscam por pura vontade de manter um relacionamento sincero, sem máscaras, barganhas ou interesses materiais

Um comentário:

  1. Concordo!
    Não concordo com a forma que o crente fala do inferno e dos demônios, acho que o quadrinho acima relata bem, se vc insistir num assunto ele é atraído, então quanto menos falar de demonios e inferno melhor...
    obs: sou cristão ativo!

    ResponderExcluir